-->

Entenda como funciona em 1 minuto!

ByMeds Tabelas é uma ferramenta completa de consultas de tabelas médicas.

Consulte com segurança

Nesse dia a dia intenso e corrido, ByMeds Tabelas é a ferramenta de consulta que faltava para organizar todos os procedimentos realizados na rotina médica. Todas as tabelas são cuidadosamente revisadas e atualizadas por um auditor.

O que você encontra no ByMeds Tabelas

TUSS, SIGTAP/SUS, CID, AMB 90, AMB 92, AMB 96, AMB 99, CBHPM 3ª Edição - 2004, CBHPM 4ª Edição - 2005, CBHPM 5ª Edição, CBHPM 2010, CBHPM 2012, CBHPM 2014, CBHPM 2016, CBHPM 2018 e Código de Ética Medica do CFM (Conselho Federal de Medicina). Observações CBHPM e Portes.

Feito para você economizar tempo

Destaques do aplicativo ByMeds Tabelas

Tabelas Médicas

Tenha todas as tabelas médicas revisadas e atualizadas num só lugar. Consulte com segurança!

Geolocalização

O recurso de geolocalização permite economizar tempo e acessar mais rápido os procedimentos por hospital.

Estatísticas

Consulte as tabelas mais acessadas por mês e por hospital nas Estatísticas do ByMeds Tabelas.

Economize tempo

Não perca tempo consultando tabelas na internet que podem estar erradas ou desatualizadas.

Conheça o ByMeds Tabelas

A ferramenta de consulta dos profissionais da área da saúde!

BAIXE JÁ!

Cadastre-se e teste por 7 dias grátis!

Após este período apenas R$ 2,99 por mês

Depoimentos

Conheça as tabelas disponíveis no ByMeds Tabelas

A tabela TUSS (Terminologia Unificada da Saúde Suplementar) padroniza os códigos e as nomenclaturas dos procedimentos médicos, em total sintonia com as informações trafegadas na saúde privada, determinadas pela Troca de Informações na Saúde Suplementar (TISS).

A TUSS não é uma tabela de preços, mas sim um referencial terminológico. Vale lembrar que os itens que compõem o rol de procedimentos e eventos em saúde estão presentes na TUSS, mas nem todos os procedimentos relacionados na TUSS integram o rol.

A Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos (CBHPM) é o ordenamento dos métodos e procedimentos existentes tanto no campo terapêutico quanto no diagnóstico. Estabelece portes de acordo com a complexidade, tecnologia e técnicas envolvidas em cada ato. Seu papel principal é se consolidar como um importante referencial entre prestadores e contratantes de serviços de saúde e balizador de remuneração dos procedimentos da área médica.

A CBHPM foi lançada em agosto de 2003, e sofreu no período 2003 à 2012 cinco alterações nas valorações nos portes e custos operacionais para corrigir a defasagem que a inflação acarretou aos custos dos serviços médicos, de acordo com INPC/IBGE.

Vigência da CBHPM:

  • 1a edição da CBHPM – lançada em julho de 2003, foi chamada de projeto piloto;
  • 2a edição da CBHPM – lançada em 01/08/2003 até 30/06/2004, não entrou em vigor, pelo motivo dos códigos terem nove dígitos;
  • 3a edição da CBHPM – vigorou de 01/07/2004 até 30/08/2005;
  • 4a edição da CBHPM – vigorou de 01/09/2005 até 30/09/2008;
  • 5a edição da CBHPM – vigorou de 01/10/2008 até 30/09/2010; a partir desta edição, o título deixou de ser pela edição e passou a ser pelo ano, sendo lançada uma versão a cada 2 anos (CBHPM 2010, CBHPM 2012, e assim sucessivamente), revisada e atualizada.

Tabela AMB (Associação Médica Brasileira) - elaborada pela Associação Médica Brasileira, tem como objetivo atender às especialidades médicas, bem como determinar índices quantitativos para o ressarcimento financeiro dos procedimentos médicos realizados.

A AMB teve sua primeira edição em 1990, com atualização e revisão nos anos de 1992, 1996 e 1999, sendo substituída, a partir de 01/08/2003, pela CBHPM. Apesar desta substituição, estas tabelas ainda são utilizadas em negociações entre prestadores de serviço e operadoras de saúde.

As edições de 1996 e 1999, também são chamadas de LPM (Lista de Procedimentos Médicos) e passaram a apontar os valores em reais, diferente das suas antecessoras que tinham o valor de referência em CH (Coeficiente de Honorário).

O SIGTAP é o Sistema de Gerenciamento da Tabela de Procedimentos, OPM e Medicamentos do SUS. Foi implementada em janeiro de 2008, unificando as tabelas de procedimentos ambulatoriais e hospitalares dos sistemas SIA e SIH.

A Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde, mais conhecida como CID, é um das principais ferramentas epidemiológica do cotidiano médico. A principal função do CID é monitorar a incidência e prevalência de doenças, através de uma padronização universal.

A versão atual é CID-10 lançado na 43a Assembleia Mundial da Saúde, realizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), em maio de 1990. Uma nova versão, CID-11, está em revisão com implementação prevista para 2022.

A diferença entre elas é que a cada edição são realizadas atualizações de alguns procedimentos e valores.

A importância está relacionada ao fato de que a negociação entre os prestadores de serviço e as operadoras de saúde podem ser efetivadas em qualquer uma delas, podendo variar entre uma e outra.

Entre em contato

Envie sugestões e opiniões. Estamos prontos para atendê-lo!

Utilize o formulário abaixo ou envie no e-mail atendimento@bymeds.com.br.